Entenda o Dia da Consciência Negra

Entenda o Dia da Consciência Negra
20/11/2018
14:53
30

O Brasil é um país miscigenado como nenhum outro. Somos a junção de inúmeras culturas, raças e crenças. Neste caldeirão fervilhante da diversidade uma influência notável é a dos africanos. Sua contribuição está em nossa música popular, na culinária, e de igual modo, na língua. Hoje os negros representam 54% da população brasileira. Infelizmente esta é também uma história marcada por intensa discriminação racial. Um combate que se mantém firme ainda hoje. É por isso que em 20 de novembro é comemorado no Brasil o Dia da Consciência Negra.

Esta é uma data emblemática para lembrar tudo o que sofreram ao longo da história. O dia escolhido é homenagem ao líder negro Zumbi, que no Quilombo dos Palmares organizava sua luta contra a escravidão. Sancionada em 2011, os calendários escolares já continham a celebração desde 2003. Este é um feriado para refletirmos a respeito dos preconceitos que ainda sofre esta parcela importante de nossa população.

É também uma oportunidade para celebrarmos as raízes e encantos da negritude. Afinal, a pele negra possui sua beleza e charme próprios. Muito frequentemente é comparada ao ébano, madeira que dá corpo a instrumentos musicais, como violinos e clarinetes. Se as roupas étnicas que caracterizam muitas culturas africanas investem em padrões e cores, não é por acaso. Também na lingerie é possível valorizar de modo especial esta pele. Descubra como!

O dia da consciência negra como celebração da beleza

• Branco

Este contraste favorece em muito as peles negras. Trata-se de um tom delicado que ajuda a iluminar a pele, destacando o seu beleza natural. Há também muitos modelos que podem trazer um charme a mais por conta de babadinhos e outras referências românticas.

• Nude

Geralmente, a cor resulta em um baixo ou médio contraste com a pele negra. Os tons mais puxados para o creme, com um toque rose, são os que harmonizam melhor. Tanto para as mulheres de tez mais clara, quanto as mais escuras, há certa sofisticação ao vestir este tom.

• Amarelo

Esta é uma das cores que geram maior destaque quando vestida por mulheres negras. O melhor é que não é preciso investir sempre nas suas manifestações mais vibrantes. Tons puxados para o pastel ou dourados também funcionam muito bem. No último caso, o efeito é muito favorecido, tornando-se especialmente distinto e sensual.

• Turquesa

Este é mais um tom que valoriza especialmente a pele negra. De modo geral, as cores cítricas têm grande compatibilidade. A graça do turquesa para lingerie está em seu equilíbrio entre o contraste e a suavidade. É um tom que agrada e harmoniza, sem que para isso se perca delicadeza. A cor é feita da combinação entre dois tons que valorizam muito as negras: o verde e o azul.

A obsessão pelos livros de colorir já chegou no mundo digital! Estamos falando do Colorfy, um aplicativo...
Ele mexe com o imaginário feminino e é dono de um sorriso de tirar o fôlego. Ele encerra 2010 com...