Mulheres DelRio: Rozana

Mulheres DelRio: Rozana
17/3/2017
07:14
11

Você já deve ter visto inúmeras cenas no cotidiano onde as mulheres são alvo de piadinhas ou algum comentário preconceituoso no trânsito. Hoje vamos contar a história da Rozana, motorista aqui da nossa fábrica, que não só desaprova esse tipo de comentário sem fundamento, como prova na prática – e no volante – que lugar de mulher é onde ela quiser!!!

 

 

BLOG DELRIO – Rozana, conta pra gente como você começou nessa profissão: motorista!
ROZANA – Eu entrei aqui na DelRio no setor de cabides, depois de três meses eu passei a ser conferente, depois de um ano nessa função surgiram duas vagas para motorista. Aqui na empresa eles preferem mulheres para muitos cargos, no transporte também e meus amigos me incentivavam muito e eu não queria, pois eu não tinha dirigido nem carro, pois não gostava. Mas eu pensei um pouco e decidi me candidatar a vaga, pensei logo “eu vou, se der alguma coisa errada eu vou arcar com as consequências, mas eu vou tentar”. Eu nem acreditava que era eu quem estava dirigindo aquele caminhão, hoje já fazem cinco anos e cinco meses e eu nunca tive nenhum problema e nenhum acidente, graças a Deus!

 

 

BLOG DELRIO – Descreve pra gente a sensação de dirigir um caminhão!
ROZANA – Eu sempre encarei numa boa, o negócio é ser desenrolado!!! Não pode ter medo, tem que fazer o trabalho como qualquer outro. Eu, particularmente, gosto muito de dirigir o caminhão.

 

 

BLOG DELRIO – Quais as características principais para ser uma boa motorista de caminhão, na sua opinião?!
ROZANA – Tem que ter coragem! Não pode ter medo. Eu, por exemplo, sou aventureira. Se a mulher for destemida, ela já tem tudo pra encarar o caminhão e o trânsito, que é mais pesado do que o carro!!! E tem que saber que depende dela, pois na auto escola eles vão ensinar o que é preciso para tirar a habilitação, mas a direção você tem que aprender praticando e encarando o trânsito com seriedade!

 

 

Rozana tem 28 anos e tirou a primeira habilitação aos 18, mas não gostava de carros então preferiu se habilitar para conduzir moto! Sagaz e antenada, ela confessa que sob duas rodas existe muito mais concorrência no trânsito e também maiores riscos. Algum tempo depois, incentivada pelo esposo, tirou carteira de motorista para começar a pegar o carro da família, mas ainda assim ela disse que não gostava de dirigir.

 

 

BLOG DELRIO – Você sentiu resistência dos homens da sua profissão?
ROZANA – Não, eu não senti nada em relação a isso, acho que é por que aqui os homens sabem que a empresa prioriza as mulheres e eles sabem que a gente tem que ser tratada de igual para igual. Mas no trânsito muita gente fala e olha, mas eu acho graça, pois eu não me incomodo e continuo dirigindo.

 

 

BLOG DELRIO – E essa fama de que mulher não sabe dirigir, o que você acha disso?
ROZANA – Eu nunca passei por situações de preconceito, mas eu sei que existe e convivo com isso até com homens que conheço, que dizem que o trânsito está lento por causa de um carro específico, e aí insinuam que “só pode ser uma mulher”, mas eu acho que somos mais cautelosas, mais atentas, sim.

 

 

BLOG DELRIO – Aqui na DelRio, são 3 mulheres motoristas, como é o relacionamento entre vocês? Tem algum privilégio por serem mulheres?
ROZANA – É ótimo, não tem clima de competição, cada uma vai para a sua rota e se ajuda quando preciso. Nossa comunicação é boa e aqui não existe conflito. O trabalho é dividido igualmente, não tem distinção e desempenhamos as mesmas funções que os homens.

 

 

Para Rozana, a meta sempre foi se desafiar e fazer o máximo de coisas que demonstrassem superação, seu mais recente investimento foi um curso de retroescavadeira! Mas ela nos garante que ainda vai realizar um sonho, que é tirar a habilitação da Categoria E, que permite fazer frete!

Para nós, a Rozana representa o orgulho por todas as mulheres que fazem parte da DelRio, mas também representa você, que tem coragem e enfrenta o seu dia-a-dia com ânimo e beleza, validando sua capacidade e seus talentos sem que nenhum preconceito a diminua. 

Se estiver nas telonas, pode crer que está na moda! E não é para menos, a saga Piratas do Caribe IV...
20 Dezembro
  Por mais que todos estejam de olho na correria do final de ano, no mundinho fashion a engrenagem não para...